Revista do Arquivo Nacional, seleciona para Dossiê Diversidade (s) e (m) arquivos

Tempo de leitura: 1 minuto

A revista Acervo (ISSN: 22378723),do Arquivo Nacional, seleciona artigos para seu volume 31, número 1, de 2018. Nesta edição, a temática Diversidades e(m) Arquivos será dedicada às diversidades culturais, com organização dos professores Diego Barbosa da Silva e Leonardo Augusto Silva Fontes, do Arquivo Nacional.Os interessados devem enviar suas submissões até o dia 15 de setembro de 2017.

Acervo é a revista do Arquivo Nacional, publicada semestralmente desde 1986. Tem por objetivo divulgar estudos e fontes nas áreas de ciências humanas e sociais aplicadas, especialmente arquivologia. Aceita artigos em português, espanhol e inglês.

Eixo Temático

Acompanhamos, nesses últimos anos, um saudável crescimento dos debates sobre das diversidades culturais e dos contatos entre povos e culturas como algo positivo.

Tais debates chamam atenção para uma série de medidas e políticas públicas – que visam a inclusão e a garantia de direitos a grupos que estão à margem da sociedade- como o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo pelo Supremo Tribunal Federal, (STF) e as leis nº 10.639/2003 e nº 11.645/2008 que tornam o ensino sobre os povos afro-brasileiros e indígenas obrigatório em História.

Contudo, cabe questionar como as instituições arquivísticas (públicas e privadas) conservam, tratam e divulgam os documentos a respeito dos povos indígenas e afro-brasileiros, imigrantes, ciganos, LGBTQIs, grupos com necessidades especiais, a cultura popular, o Hip-hop e o Funk, entre outros.

O dossiê Diversidades e(m) Arquivos convida todos a debater a importância da preservação, da proteção, do processamento técnico, do acesso e da difusão do patrimônio documental desses grupos, povos e diferentes culturas que formam o Brasil.

Busca-se, ainda, fomentar a discussão acerca da importância do papel das instituições arquivísticas como equipamentos culturais – para abrigar manifestações e expressões artístico-culturais – além da abertura dessas organizações por meio de ações educativas voltadas para públicos específicos e diferentes grupos culturais.

Mais informações na página da Revista Acervo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *