Pós-doutorado em Física da Matéria Condensada com bolsa da FAPESP

Tempo de leitura: 2 minutos

Um projeto de pesquisa conduzido no Departamento de Física da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) oferece uma oportunidade de pós-doutorado com bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição se encerra no dia 10 de janeiro de 2019.

A vaga está vinculada ao Projeto Temático “Materiais multiferroicos e ferroelétricos para conversores de energia: síntese, propriedades, fenomenologia e aplicações”, coordenado pelo professor José Antonio Eiras.

Os principais objetivos do projeto são alcançar avanços qualitativos e quantitativos na síntese, caracterização, modelagem e aplicações de materiais nanoestruturados ferroicos, de modo a melhorar suas propriedades para aplicações em conversores de energias renováveis (mecânico e solar).

Nanoestruturas monofásicas ou heteroestruturas ferroicas estão sendo desenvolvidas por métodos químico ou físico (RF-Sputtering) para uso em conversores de energia mecânica (eletromecânicos) ou solar (fotovoltaicos).

O candidato deve ter doutorado em Física ou Engenharia Física. Também é desejável pelo menos seis meses de experiência profissional comprovada em um centro de pesquisa de excelência internacional. É altamente desejável ter conhecimento prévio e experiência em: síntese de nanoestruturas por métodos físicos e caracterização por técnicas físicas (condutividade elétrica, microscopia de força atômica-AFM, microscopia de força de piezoresponce-PFM e espectroscopia de impedância, entre outras).

A inscrição deve ser encaminhada para o e-mail gmf@ufscar.br, com o assunto “Candidato a Bolsa de Pós-Doutorado – Fotovoltaicos”, enviando uma carta descrevendo os interesses de pesquisa, um curriculum vitae, uma cópia das publicações indexadas e os nomes de pelo menos três referências.

Mais informações sobre a vaga: www.fapesp.br/oportunidades/2500.

A oportunidade de pós-doutorado está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precise se mudar, poderá ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *