Democracia Global e Instituições Internacionais | Chamada da Revista Monções

Tempo de leitura: 2 minutos

A revista Monções, Revista de Relações Internacionais da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) (ISSN 23168323) seleciona artigos para o Dossiê “Democracia Global e Instituições Internacionais”. O dossiê visa apresentar, criticar e receber a partir de olhares e experiências empíricas, o debate das relações internacionais, dos processos de integração regional e da paradiplomacia nas regiões de fronteira.A revista aceita artigos inéditos em português, espanhol, francês ou inglês. O prazo máximo de submissão é o 05 de março de 2018.

Ementa:

O Dossiê Democracia Global e Instituições Internacionais da revista Monções pretende contemplar aspectos salientes e problemáticos na ação e nas análises sobre as principais instituições internacionais contemporâneas, buscando evidenciar os potenciais e os limites das propostas de ‘democracia global’. Espera-se que as contribuições problematizem as instituições em seus papéis de mediadoras da experiência democrática possível no âmbito de um sistema moderno de Estados territoriais e soberanos, cujos regimes políticos estão estruturados a partir de cadeias de hierarquia e autoridade legitimadas (quase invariavelmente) desde a perspectiva doméstica dos atores sociais. Além de enfrentar esse problema fundamental à própria constituição do campo de estudos sobre as Relações Internacionais, o Dossiê também pretende passar em revista a governança democrática global em determinadas áreas temáticas, particularmente nos campos da segurança coletiva, da saúde pública, da educação, da cultura, dos direitos humanos, da segurança alimentar, das migrações humanas, do suprimento energético, do meio ambiente, das finanças, das relações laborais, entre outras. Assim, ao conciliar o exame da questão da democracia global em abstrato com o cotejo de agendas, por intermédio das normas e práticas incorporadas às grandes instituições internacionais, espera-se que o Dossiê, em seu conjunto, coloque em discussão alguns elementos centrais, tais como: a) as possibilidades de uma efetiva democracia global; b) a globalização da ordem política internacional; c) a emergência de instituições da governança democrática global; d) atores da governança democrática global (como empresas transnacionais, ONGs internacionais, movimentos sociais globais, organizações intergovernamentais e tribunais supranacionais); e) abordagens teórico-metodológicas para acompanhamento da governança democrática global.

Organizadores:

  • Prof. Dawisson Belém Lopes (UFMG)
  • Prof. Matheus de Carvalho Hernandez (UFGD)

Mais informações na página da Revista Monções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *